Translate

terça-feira, 3 de junho de 2014

Dicas da mamãe para desenvolver a fala do seu filho

Minha mamãe escreveu um texto para todas as outras mamães que como ela estão procurando dicas para desenvolver a fala de seu filho, espiem só:


Dicas para DESENVOLVER a fala do filho:

Meu filho fala menos que as outras crianças de sua idade e isto me fez buscar muitas dicas e vou colocar aqui algumas que eu acabei descobrindo com pesquisas e outras na intuição e observação. Minha intenção é só compartilhar mesmo nossa experiência, não sou fonoaudióloga.

1 – SENTIDOS  (USAR outros sentidos para o SOM fazer sentido) - O Sam é uma criança muito afetuosa e no início quando ainda não falava nem as letras e eu falava o som do alfabeto pra ele, bem devagar, ele usava o tato pra ajudar a entender.
Ele colocava os dedos e as vezes a mão na minha boca pra ver como eu estava mexendo a boca e a língua e aí conseguia treinar e fazer o som. Foi assim com a letra T e a letra R, por exemplo,  ele passou a compreender após esta brincadeira , embora ainda não consiga pronunciar o “R” ele o  diferencia de todas as outras.
Como percebi que ele aprendia melhor com este contato, então a letra M e N para ele diferenciar melhor eu usei a vibração da própria letra, encostando minha boca na bochecha dele , no ouvido, e depois mostrando e ele percebeu a diferença a partir daí.
Ás vezes ele colocava a palma da mão na minha boca enquanto eu fazia o som do M, e ficava rindo com a vibração e aí dizia: EME.

2 – LINGUAGEM (AMPLIAR o desenvolvimento da linguagem ajuda na fala) Outro recurso que sempre usei foi procurar desenvolver a compreensão dele para então incentivar a fala, e para isto eu sempre evitei apontar objetos e coisas e escolhia DESCREVER as situações, por exemplo, eu não falo pra ele:
__Filho, pega por favor aquele carrinho ali?
Eu não aponto e peço:
__ Filho, pega por favor aquele carrinho amarelo que está embaixo da mesa?
Eu percebi que ao descrever as situações ele cada vez aprendia mais rápido o nome dos objetos que o rodeavam, e isto ajudava ele a tentar a falar o nome destes objetos.

3 – MÚSICAS - Com o incentivo de várias amigas comecei a colocar umas parlendas para ele ouvir e tentamos cantar juntos. Brincamos de cantar e ele conseguiu cantar sua primeira musiquinha inteira (a parlenda do Jacaré: 


Está gostando deste post? Assine nossa lista!


Quando vamos escovar os dentes, cantamos palavras sorrindo na frente do espelho. Ontem cantamos AMOR...AAAAAAAMMMMMMOOOOORRRRRRRR
O “ R” ele ainda tem dificuldade, mas é uma alegria enorme ver como ele tem desenvolvido sua fala e principalmente sua forma de expressão e de se comunicar com os outros , o que vai muito além da fala em si, pois ele tem desenvolvido amplamente sua linguagem e compreensão do mundo através destas experiências simples e afetuosas.

4 – AMOR  E PACIÊNCIA - E a cada dia tenho descoberto estratégias e brincadeiras  que me incentivam a prosseguir, espero que estas palavras possam inspirar outras mamães e papais, e despertar a todos para a importância do afeto e do toque na hora do ensino, e como pais isto nos dá este privilégio de nos comunicar muito mais através do laço do amor do que qualquer outra pessoa.

E também como estou sempre procurando novas dicas, quem tiver mais dicas e quiser compartilhar, pode comentar aí embaixo. Abraço! 


Glaucia Mizuki

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será uma alegria ler seu comentário...

Outbrain