Translate

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Atividade com massinha para coordenação motora e quantidades em matemática - tesoura e colher

Começando com o corte da massinha em pequenos cubinhos,lembrando que  a massa é caseira a mamãe fez esta receita. 
Depois que eu recortei tudo com a mamãe segurando a massinha e me ajudando, então ela usou esta forma de cupcakes com as forminhas de papel. No fundo de cada forminha havia um número...nós brincamos com números de 1 a 12.
Dica: cada forminha tinha dois números um em cada lado, depois a mamãe virava ela do avesso e atrás podíamos brincar mais um pouco usando a mesma forminha. 


Só que desta vez eu não apenas precisei me concentrar em recortar a massinha, mas precisei usar uma colher para para pegar a bolinha de massa e colocar dentro da forma, precisei me concentrar para equilibrar a massinha e sempre que eu conseguia eu e a mamãe celebrávamos. Como eu fazia isto devagar aí eu pude acertar bem as quantidades.

Geralmente sou impaciente, então depois de um tempo eu já queria terminar logo e aí usei a mão ...só que quando fiz isto coloquei a quantidade errada de bolinhas. Então a mamãe retirou todas as massinhas e deixou elas na palma da mão dela e perguntou:
__ Que número é este no fundo desta forminha?
__SEIS - eu falei
__E quantas massinhas tem aqui na minha mão?
__SEIS -eu falei, estava com preguiça de contar.
__Seis? - a mamãe perguntou - eu vou contar.

E a mamãe começou a contar bem devagar e em voz alta..."um, dois, três..."
E eu continuei acompanhando ela... vimos que na mão da mamãe tinham dez massinhas.
Aí  a mamãe perguntou:
__Quantas massinhas tem na minha mão?
__Dez - eu respondi rindo
__E quantas massinhas tem que colocar ali na forma?
__SEIS! - eu disse apontando para o número.

Está gostando deste post? Assine nossa lista e receba novidades semanais



Então a mamãe disse para eu colocar seis massinhas.  Depois que eu coloquei eu pude contar quantas sobraram na mão da mamãe, e foram quatro massinhas...e aí eu peguei elas todas e joguei na forminha com o número quatro.
E eu que achava que podia enganar a mamãe rsrsrs depois disto nós saímos desta atividade, porque a mamãe falou que a minha preguiça não é preguiça de verdade ,  é desinteresse.
E quando não tem interesse ou é porque a atividade está sendo desafiadora demais ou porque é sem graça mesmo. Se fosse sem graça eu apenas iria ignorar a atividade, como algumas vezes eu faço. Neste caso eu quis brincar mas a dificuldade com a colher me desanimou depois de um tempo.
No meu caso, o desafio não era saber as quantidades mas sim usar a colher para colocar as massinhas. Eu precisei me concentrar muito para fazer isto.

Recortar a massinha era algo que eu também evitava, assim como brincar com os pregadores de roupa e outras coisas que a mamãe usa para desenvolver minha coordenação motora fina. Mesmo assim nós continuamos brincando, porque algo que hoje pode ser desafiador, com o tempo vou aprendendo e me acostumando...é devagar e sempre. A repetição treina os dedos e me ajuda a desenvolver mais, no entanto preciso que tudo seja feito devagar e com paciência. 

E eu preciso estar interessado na brincadeira.

E enquanto tem minha atenção e interesse a mamãe me puxa cada vez para um passo a adiante, e se eu recuo ela para e fazemos uma pausa, ou fazemos outra coisa. Após alguns dias ela retoma a atividade comigo, e eu faço o mesmo que já fiz e tento novamente avançar mais um pouco...e assim vamos trabalhando todas as atividades de coordenação motora.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será uma alegria ler seu comentário...

Outbrain

Conheça nossos brinquedos:

Conheça nossos brinquedos:
Feito sob encomenda